Quinta, 06 Abril 2017 20:21

Sábado terá oficina e espetáculo de sapateado em Garça

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

 

A Secretaria da Cultura preparou uma programação especial para este sábado, dia 8, movimentando Garça com a apresentação de um espetáculo e ainda uma oficina gratuita de sapateado para iniciantes. As senhas para acompanhar a peça teatral serão distribuídas uma hora antes do início, no Teatro Municipal “Miguel Mônico”, enquanto que a aula de sapateado ocorrerá no período da tarde, na Escola Municipal de Cultura Artística (Emca) “Amélio ‘Naná’ Zancopé”.

De acordo com a secretária da Cultura de Garça, Suzy Mey Truzzi, o primeiro evento será realizado a partir das 15h, na Emca. A oficina, ministrada pela Companhia Pé na Tábua, é destinada a qualquer pessoa que esteja interessada em conhecer o mundo do sapateado, não sendo necessária nenhuma experiência anterior.

Por meio de diversas experiências corporais visando: transferências de peso; ritmo; jogos de pergunta-resposta; conhecimento de timbres e de contagem musical; os participantes terão o desafio de criar música e dança com o próprio corpo. É importante que o participante esteja trajando um tênis confortável.

A carga horária da oficina é de uma hora e 15 minutos. Como serão apenas 30 vagas, os interessados devem correr para garantir o lugar. As inscrições estão sendo feitas através do e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo., sendo necessário preencher o nome completo, idade e número do RG.

ESPETÁCULO

Após a oficina de sapateado, às 20h, a Cia. Pé na Tábua apresentará o espetáculo “Em Tempo”, no Teatro Municipal “Miguel Mônico”. A programação faz parte de uma rota de sete cidades da região, com investimentos do Programa de Ação Cultural (Proac) do Estado de São Paulo.

“Em Tempo” é um trabalho contemporâneo que propõe borrar fronteiras entre dança, música e teatro. O espetáculo pretende remontar a linguagem do sapateado, atravessando bordas temporais e estilos musicais. A pesquisa nasceu da performance experimental “o tempo canta”, em que voz e sapateado dialogavam no tempo e no espaço.

A apresentação parte de questionamentos acerca do tempo como: “Vivemos mais em relação ao passado e futuro do que ao presente?” “Vivemos em tempo de tranquilidade e reflexão ou de ansiedade e correria extrema?” “Preenchemos ou dividimos nosso tempo?” “O que cabe dentro de um mesmo compasso?” “Vivemos em tempo de semibreves ou semicolcheias?”. A partir de tais perguntas o espetáculo pretende envolver o público com dança, música e teatro.

Mais informações sobre a apresentação e a oficina podem ser obtidas pelo telefone 3471-1616, ou na Biblioteca Municipal “Dr. Rafael Paes de Barros”, localizada na Avenida Dr. Rafael Paes de Barros.