Um novo começo

Gilberto Donizetti Sanches

Uma página da história da cidade de Garça é virada e a nossa antiga Rodoviária vai passar por uma grande reforma e abrigar um novo edifício

 A Antiga Rodoviária, que por muito tempo representou o símbolo do desenvolvimento e da riqueza da cidade de Garça, sucumbiu, finalizando uma era, muito representativa para nosso município.

A construção da Estação Rodoviária da cidade de Garça foi executada pela iniciativa privada, cujo projeto original elaborado pelo Eng.º Arquiteto Joaquim Bezerra da Silva data de 30 de março de 1939, um projeto inovador e futurista para a época.

Durante várias décadas, a edificação foi um símbolo do desenvolvimento e da pujança do nosso município, que experimentava uma fase de desenvolvimento e riqueza.

Porém, em 21 de dezembro de 1985, o município inaugurou uma nova rodoviária, mais moderna e sob a responsabilidade do serviço público municipal. Em consequência disso, após essa mudança de local, a antiga rodoviária acabou experimentando nessas três ultimas décadas uma crescente e danosa deterioração dos seus espaços comerciais que ainda permaneceram no local.

A deterioração da antiga rodoviária chegou a um ponto que nenhum cidadão de bem ousava passar por dentro dela, pois nos últimos anos o local abrigou alcoólatras, desocupados, drogados e até prostitutas, demonstrando claramente a geração constante de problemas sociais.

Nos últimos anos acentuou-se pela comunidade Garça a cobrança ao município para que houvesse uma intervenção no local, promovendo a revitalização daquele espaço central da cidade. O poder público se movimentou e a compra total da edificação foi finalizada no início de 2015.

Finalmente, após a posse, todo o prédio foi fechado com tapumes, providência necessária visando a proteção dos pedestres que transitam pelo local. Esse fechamento se dará enquanto forem realizados os trabalhos de reforma, demolição e reconstrução.

A Prefeitura contratou o projeto da nova edificação e a equipe técnica da administração municipal se responsabilizou pelo levantamento fiel das características e das áreas construídas existentes, bem como verificar minuciosamente toda estabilidade do prédio, determinando o que poderá ser aproveitado para ser preservado e o que deve ser demolido.

Precisamos investigar minuciosamente a estabilidade do prédio, que tem grande valor histórico, havendo necessidade de se preservar pelo menos a planta original que compreende a galeria comercial interna e externa, a plataforma interna de embarque e desembarque, bem como a torre, que tem uma simbologia histórica própria embutida em sua forma. A torre além de ser preservada deverá ser totalmente restaurada na sua forma original.

A reconstrução dessa importante edificação histórica da antiga rodoviária deverá alterar significativamente o perfil e o uso da área central, dando início a um projeto municipal de revitalização, acessibilidade e melhoria de todo o centro comercial. A antiga rodoviária como conhecemos, ao completar seus 75 anos de idade, encerrou definitivamente suas atividades, finalizando uma era que não existe mais, dando lugar a um novo futuro que esta por vir.

O arquiteto Gilberto Donizetti Sanches é secretário municipal de Planejamento e Desenvolvimento Urbano.

IMG_2499 IMG_2500 IMG_2504 IMG_2505 IMG_2506 IMG_2507 IMG_2508