Garça tem 1º trimestre com saldo positivo na geração de empregos

Indústria e comércio - Segunda-feira, 29 de Abril de 2019


Garça tem 1º trimestre com saldo positivo na geração de empregos

O Ministério da Economia divulgou o Caged – Cadastro geral de empregados e desempregados – para o mês de março e para o 1º trimestre do ano. E os índices mostram um contraste entre o que aconteceu em Garça e no país como um todo.

Em março Garça registrou um aumento de 0,40% nos postos de trabalho com ampliação de 37 vagas. Foram admitidos 297 e demitidos 260 trabalhadores.

O setor agropecuário admitiu 86 pessoas e demitiu 42. No segmento de serviços 99 foram contratados e 71 demitidos. Já o setor industrial teve um comportamento negativo, demitindo 53 trabalhadores e contratando 22, ou -31 de saldo.

Analisando o 1º trimestre, de janeiro a março, os números locais são positivos: +2,75%, com 248 contratados a mais que os demitidos. O segmento de serviços contribuiu mais positivamente, com um saldo positivo de 97 empregos, ou seja, 327 admitidos contra 230 demitidos.

No Brasil o cenário está negativo. Em março houve 43 mil demissões a mais que as contratações. Os desligamentos foram maiores no setor de comércio:

- Comércio: -28.803 vagas

- Agropecuária: -9.545 vagas

- Construção Civil: -7.781

- Indústria de Transformação: -3.080 vagas

- Serviços: +4.572 vagas

Já os desligamentos aconteceram em maior número na região nordeste do país:

- Nordeste: -23.728 vagas

- Sudeste: -10.673 vagas

- Norte: -5.341 vagas

- Sul: -1.748 vagas

- Centro Oeste: -1.706 vagas

Prefeitura Municipal de Garça


Estado de São Paulo