Covid-19: veja os gráficos com o perfil da pandemia em Garça

Saúde - Sexta-feira, 11 de Setembro de 2020


Covid-19: veja os gráficos com o perfil da pandemia em Garça

O município de Garça registra 584 casos de Covid-19, sendo 46 pacientes a mais que na última semana. Não houve registro de óbitos provocados pela doença no mesmo período, mantendo em 14 o número de garcenses que perderam a vida contaminados pelo novo coronavírus. Outro dado importante é que há 10 dias nenhum paciente precisou ser transferido para UTI. 

Acreditando no poder a informação real e transparente, além dos boletins epidemiológicos diários, a Prefeitura também apresenta na sexta-feira, gráficos que traçam o perfil da pandemia e sua evolução no município. Além de alimentar a imprensa com detalhes para o aperfeiçoamento da cobertura jornalística, os gráficos também são repassados para a população, que poderá interpretá-los, conhecendo mais sobre o comportamento dessa grave crise de saúde.  

Acompanhe os gráficos: 

No primeiro gráfico, sobre a situação atual da pandemia no município, nota-se que o número de casos recuperados continua superando a estatística de pacientes em tratamento, mantendo a mesma proporção da semana anterior, em 52% dos casos positivos registrados em Garça.

 

Com 323 casos positivos desde o início da pandemia, as mulheres lideram as estatísticas, correspondendo a 55,30% dos casos. 

 

Neste gráfico, que dividiu o número de pacientes pela faixa etária, 55,30% das notificações positivas são registradas em pessoas entre 21 e 50 anos de idade. Este sempre foi o perfil dos pacientes no município. 

 

Do início da pandemia até hoje, 3,59% dos pacientes tiveram complicações e foram transferidos, via Cross (Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde), para leitos de UTI nos hospitais de Marília. Já 2% foram internados em leitos clínicos e a grande maioria,94,34%, não apresentou complicações e fez o tratamento em casa, com o acompanhamento das equipes de saúde pública de Garça. 

 

A Secretaria Municipal de Saúde, a Sociedade Beneficente Caminho de Damasco (gestora da Atenção Básica) e a AHBB (gestora dos serviços hospitalares e de Média Complexidade, como a UPA), desde o registro do primeiro caso no município, estabeleceram planos de ação, visando atender com eficiência e proteção a todos os pacientes. Nota-se neste gráfico que quase 68% das pessoas que sentiram algum sintoma semelhante aos da Covid-19, como os da síndrome gripal ou respiratória, procuraram as Unidades de Saúde da Família, o mais adequado a ser feito pelos pacientes, dando preferência as USFs como porta de entrada para rede pública e deixando a UPA para casos de Urgência e Emergência.

Prefeitura Municipal


Garça